sábado, 29 de janeiro de 2011

Passe seus PDFs para ePub e leia no iPhone e iPad


Os livros digitais estão mais populares desde o lançamento do leitor Kindle e demais dispositivos capazes de rodar estes arquivos. Atualmente, a lista de aparelhos que podem servir de leitores é grande, incluindo aí os iPhones, iPods Touch e iPads. Só que existe um pequeno inconveniente na hora de fazer a leitura desse conteúdo digital nos dispositivos da Apple. Normalmente, o conteúdo literário encontrado na internet está em PDF e o formato padrão de leitura nos aparelhos da empresa da maçã é o ePub, um formato mais flexível. Eles até lêem PDF, mas as opções de tamanho de letra e muitas das formatações se perdem. Mas existe um modo de resolver esta situação. Neste Primeiros Passos indicamos o programa Calibre, um conversor de arquivos de texto para Windows, Linux e Mac que consegue transformar e configurar os arquivos para funcionar em vários dispositivos, inclusive os iPhones, iPods Touch e iPads.

1. O download do Calibre é gratuito pelo site http://calibre-ebook. com/download. A instalação é bem simples, mas merece atenção na hora de escolher o leitor de eBooks que você possui. No nosso caso, estamos tentando converter um arquivo para um dispositivo iOS, portanto, escolhemos Apple na lista, mas você pode escolher também para o formato do Android, Kindle, Sony, entre outros.

2. Abrindo o programa, basta arrastar o arquivo PDF para o meio da tela de listagem de títulos. Esta lista serve como uma biblioteca dos livros que você tem no computador. Selecione algum destes títulos e depois clique no botão de converter, o terceiro da barra superior.

3. Uma tela com os parâmetros da conversão será aberta. No canto superior direito já estará marcado o formato ePub. Você pode preencher os campos de autor, editora, série e tags se quiser organizar melhor a sua coleção. O programa também dá a opção de adicionar uma capa para o novo arquivo. Depois das edições, clique no botão OK.

4. Agora chegou a hora de mandar para o iTunes e depois para o aparelho. Clique no nono botão do menu superior e depois em “Conectar ao iTunes”. O iTunes será aberto e conectado ao Calibre. Agora, selecione o arquivo que deseja enviar na lista, clique com o botão direito e depois em “Enviar para o dispositivo” e “Enviar para a memória principal”.

5. Pronto, o livro em ePub já estará listado no seu iTunes na seção “Livros”. Basta agora clicar e arrastar o arquivo para dentro da área do seu iPhone, iPod Touch ou iPad sincronizado com o computador. O arquivo pode ser visto dentro da biblioteca do iBooks e poderá ser aberto como qualquer outro livro comprado pela loja de livros da Apple.

Tárcio Fonseca

Fonte: Folha de PE

Continue lendo >>

segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Malba Tahan


A matemática é sem dúvidas uma das ciências mais fascinantes de toda a história da humanidade. É comum ouvirmos falar em diferentes correntes de ensino usadas por professores, estudiosos e admiradores dessa arte. Mas, enquanto disciplina obrigatória nos currículos escolares, o ensino da matemática adota metodologias que tornam a matéria antipatizada por parte expressiva das crianças.

O ex-presidente Lula, em seus oito anos de governo, desenvolveu atividades e programas para dar mais oportunidades de crescimento intelectual e profissional a crianças, jovens e adultos brasileiros. Apesar de existir muito antes do governo Lula, a Olimpíada Brasileira de Matemática teve muita repercussão e visibilidade durante os últimos anos, especialmente na gestão de Eduardo Campos no Ministério de Ciência e Tecnologia.

Quando penso nisso, vejo que é de extrema importância trazer à tona a iniciativa e homenagear obras e projetos que visem a construção de um melhor raciocínio lógico, através de um nome inovador na pedagogia: Malba Tahan, um precursor da arte de tornar a matemática algo mais prazeroso no lúdico universo infantil. Ele, eterno incentivador do imaginário infantil, muitas vezes ignorado pelas escolas convencionais, escreveu diversos livros didáticos primorosos que servem tanto para estudantes quanto para professores.

Suas obras tratam de temas como o desenvolvimento da capacidade de pensar diante de situações cotidianas num contexto de multidisciplinaridade, pois como afirmou o próprio Tahan “é preciso, ainda, não esquecer que a Matemática, além do objetivo de resolver problemas, calcular áreas e medir volumes, tem finalidades muito mais elevadas. É um dos caminhos mais seguros por onde podemos levar o homem a sentir o poder do pensamento, a mágica do espírito.”

Tahan, enquanto professor, ensinou matemática a crianças e jovens de diferentes idades de uma maneira única, pois tornava, ao seu modo, coisas que antes pareciam difíceis em coisas simples, fáceis e claras. Como escritor passava, através das letras, toda sua técnica de ensino e idéias.

Malba Tahan, que na realidade se chamava Júlio César de Melo e Sousa, faz uma grande falta a todos os alunos e professores não apenas do Brasil, mas de todo mundo. A obra mais fascinante desse homem foi “O Homem que Calculava” - reunião de problemáticas implícitas em aventuras de um matemático persa. A ficção e a ciência dos números tornaram-se escopo para uma das expressivas fontes da arte de ensinar.

Certa vez, o não menos admirável Monteiro Lobato classificou o livro como uma obra que “ficará a salvo das vassouradas do Tempo como a melhor expressão do binômio ‘ciência-imaginação’.” É com o objetivo de relembrar esse carioca falecido no Recife em 1974, que a Festa Literária Internacional de Pernambuco - FLIPORTO o escolheu como homenageado de um dos espaços de maior importância do evento. Iremos realizar uma olimpíada de leitura em homenagem à obra de Malba Tahan, homenageado da nossa Fliporto Criança 2011.

Antônio Campos

Fonte: Folha de PE

Continue lendo >>

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Policial Distraído FAIL


Fonte: funny videos

Continue lendo >>

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Aula de Direito do BOPE


Um advogado dirigia distraído quando, num sinal de PARE, passa sem parar, em frente a uma viatura do BOPE.

Policial: – Boa tarde. Documento do carro e habilitação.

Advogado: – Mas por que, policial?

Policial: – Não parou no sinal de PARE, ali atrás.

Advogado: – Eu diminui e como não vinha ninguém…

Policial: – Exato… Documento do carro e habilitação.

Advogado: – Você sabe qual é a diferença jurídica entre diminuir e parar?

Policial: – A diferença é que a lei diz que num sinal de PARE, deve-se parar completamente. Documento e habilitação.

Advogado: – Ou não, policial. Eu sou advogado e sei de suas limitações na interpretação de texto de lei. Proponho-lhe o seguinte: Se você conseguir me explicar a diferença legal entre diminuir e parar, eu lhe dou os documentos e você pode me multar. Senão, vou embora sem multa.

Policial: – Positivo, aceito. Pode fazer o favor de sair do veículo, Sr.
Advogado?

O advogado desce e então os integrantes do BOPE baixam o cacete, soco pra
tudo quanto é lado, tapa, botinada…
O advogado grita por socorro, e implora para pararem.
E o policial pergunta:
- Quer que a gente PARE ou DIMINUA?

Advogado: - PARE!…PARE!…PARE!…

Policial: – Positivo… Documento e habilitação

Recebi por e-mail

Continue lendo >>

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Dívida Externa: Lula X FHC



Paulo Henrique Amorim

. Quando FHC deixou o Governo, em dezembro de 2002, o Brasil tinha uma dívida externa de US$ 165 bilhões.

. Hoje, a dívida externa do Brasil, segundo o Banco Central, é de MENOS US$ 4 bilhões (clique aqui).

. Quando FHC deixou o Governo, em dezembro de 2002, as reservas do Brasil eram de US$ 38 bilhões.

. Hoje, segundo o Banco Central, as reservas são de US$ 180 bilhões.

. Ou seja, hoje o Brasil tem quase cinco vezes mais reservas do que tinha no Governo FHC.

. O que é uma maneira de dizer que o Brasil hoje está cinco vezes melhor.

. O Brasil independente nasceu em 1822, com a obrigação de pagar as dívidas de Portugal com os bancos ingleses.

. De lá pra cá, até hoje, o Brasil foi um país endividado.

. A chamada "crise da dívida" explodiu em 1982, quando Delfim Netto, Ernani Galveas e Carlos Geraldo Langoni tiveram que administrar os efeitos da desastrada falência do México.

. Hoje, o Brasil, se quiser, entra para o Clube dos Credores, o Clube de Paris.

. Assim como, se quiser, pode entrar para a Opep.
( clique aqui para ler "Leitão desvenda a 'crise' da Petrobras")

. O PIG creditará tudo isso às luzes que emanavam do Farol de Alexandria e aos "bons ventos" da economia internacional.

. Como se o Presidente Lula, Henrique Meirelles, Guido Mantega e os brasileiros não tucanos, de uma maneira geral, formassem um conjunto de néscios.

. A notícia de hoje - o Brasil passa a ser credor - merece que o Presidente Lula diga: "nunca na História desse país".

. Eu, no lugar dele, diria como o Ibrahim: "sorry, periferia".

Continue lendo >>
Blog Widget by LinkWithin

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger, Modificado por Leitura de Bolso

TOPO