quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Vereador do Recife diz que precisa do salário de R$ 15 mil para prestar favores à comunidade


A confusão gerada pelo protesto dos estudantes contra o aumento de 62% no salário dos vereadores do Recife gerou polêmica. Após cercarem as saídas da Câmara Municipal do Recife, os manifestantes cobraram a ação dos parlamentares. Diante da pressão exercida pelos estudantes, o vereador Estéfano Barbosa (PSB), conhecido como Menudo, declarou que precisa do salário de mais de R$15 mil para prestar favores à sua comunidade.
Questionando pela estudante de Direito da UFPE, Gabriela Aragão, sobre a diferença salarial entre professores e vereadores, Estéfano disparou “ninguém vai bater na casa do professor quando precisa de ajuda”. “Vereador que vive dentro da comunidade sofre pressão. Existe algumas coisas dentro da comunidade que nós somos comprometidos”, afirmou.
O parlamentar ainda desafiou os estudantes para ver a sua casa e comparar seus bens. Por fim, Estefano arranca risadas dos estudantes quando diz que sua situação financeira não é boa. “Eu sou um pobre lascado”, afirmou, exaltado.
Já Priscila Krause (DEm), líder da Oposição na Câmara, disse estar arrependida de ter votado a favor do aumento. “Eu acho que não dei a devida importância ao assunto. Eu me arrependi. Mas assumo reabrir a discussão sobre o reajuste”, diz. De acordo com Priscila, a Casa pode reabrir o debate e adotar mecanismos para o aumento que sejam mais adequados. Fora isso, a parlamentar assumiu o compromisso de lutar pela implementação da Tribuna Popular e do Conselho Cidadão.


Fonte: Folha de PE

Seja o primeiro a comentar

Blog Widget by LinkWithin

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger, Modificado por Leitura de Bolso

TOPO