quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Lâmpadas incandescentes viram história na União Europeia



As lâmpadas incandescentes, criadas no fim do século XIX, vão passar para a história na União Europeia (UE) em 31 de dezembro, data em que devem ser totalmente retiradas das vendas as lâmpadas de filamento, substituídas progressivamente há alguns anos por outras de menor consumo.

A lâmpada de filamento, inventada por Joseph Swan e aperfeiçoada por Thomas Edison em 1879, tem o problema de perder em calor a maior parte da energia que consome, já que transforma em iluminação apenas 5% desta.

Em 2008, a UE estabeleceu um calendário para suprimir progressivamente as lâmpadas. A retirada da venda envolveu na primeira fase as lâmpadas de 100 watts em 2009, depois as de 60 W (em 2010) e de 40 W (em 2011). As de 25 W devem ser retiradas dos mercados até 31 de dezembro de 2012.

As lâmpadas incandescentes tradicionais foram substituídas por peças que consomem menos energia: as fluorescentes, as de diodos eletroluminescentes (LED) e as halógenas, mas estas últimas, de rendimento energético considerado insuficiente, também devem ser retiradas dos mercados a partir do fim de 2016.


Fonte: Info

Continue lendo >>

sábado, 22 de dezembro de 2012

Top 10: Relembre os hits brasileiros da web de 2012



Se você não faz ideia de que Luiza esteve no Canadá, não solta risadinhas (ou gemidos de náusea) quando ouve a frase ‘Para nossa alegria’ e ainda acha que Nana Gouvêa é apenas uma ex-participante de reality show, parabéns: em 2012, poucos conseguiram escapar dos memes e hits brasileiros que se instalaram nas redes sociais.

Incontornáveis (ao menos por alguns meses), eles se multiplicaram em velocidade acelerada e invadiram a TV e os jornais. A seguir, reunimos os nossos 10 preferidos em uma lista que inclui vídeos, tumblrs, esquetes de humor e outras delícias (altamente viciantes) da internet:



10. Achei o ingresso da Lady Gaga

Às vésperas da turnê brasileira da cantora americana, a produção dos shows inventou mil e uma maneiras evitar que os ingressos encalhassem. Valeu até pechincha no esquema ‘pague um, leve dois’. A quantidade de promoções rendeu um tumblr engraçadíssimo: sim, há quem jure que achou um ingresso para o show de Gaga até dentro de pastel.



9. Os ‘menes’

Os memes são imagens divertidas que se multiplicam rapidamente na internet, certo? Agora pense em montagens de fotos que, sem a pretensão de agradar à multidão, desmontam os estereótipos que geralmente vêm associados a esses hits da web: seja bem-vindo ao mundos dos menes, uma onda “do contra” que ganhou muitos adeptos no Facebook. Este labrador farejador de drogas, por exemplo, sofre preconceito por ser bonitinho, coitado:




8. Beatles em versão brasileira

E se os Beatles ganhassem uma tradução ao pé de letra para o mercado brasileiro? A pergunta absurda rendeu uma comunidade no Facebook com montagens divertidas que vão fazer você ouvir clássicos como Let it Be e Lucy in the Sky with Diamonds de uma maneira bem diferente.



7. Luiza, que está no Canadá

Um anúncio de uma imobiliária paraibana rendeu o bordão “Menos a Luiza, que está no Canadá”. A frase, aplicada de muitas maneiras (“Todos estão aqui, menos a Luiza…”, “Todos viram o filme, menos a Luiza…”), virou bordão no Nordeste e, pouco depois, ganhou o Brasil (e a web) em memes, GIFs, paródias etc. De volta ao país em um desembarque coberto por canais de televisão, Luiza apareceu na Globo, deu entrevistas, atacou de DJ e, sim, acabou desaparecendo novamente.



6. Hipster do brega

O tumblr ensina a transformar seu ídolo em um hipster: basta incluir efeitos visuais estilosos (daqueles que a gente encontra no Instagram), óculos modernos e uma frase bem caprichada em inglês. Pronto: temos o hype da estação.





5. Fábio Porchat na praça de alimentação



No melhor dos vídeos da série Porta dos Fundos, que fez sucesso no YouTube, o comediante carioca Fábio Porchat interpreta um atendente grosseiro de uma rede de restaurantes fast food. O resultado, mais engraçado que qualquer programa de humor televisivo em exibição no país, foi visto mais de 2,5 milhões de vezes.








4. Para noooooossa alegria

Reunida na sala de casa, uma família interpreta ao violão uma música religiosa. Nada de atípico nisso, certo? Errado. Graças à surpreendente potência vocal do filhão, à risada ruidosíssima da filha e da revolta da mãe, que não gostou nada de brincadeira, o vídeo virou mania, rendeu GIFs, ilustrações, versões e alguns minutos de fama para todos os envolvidos.






3. Menina-Fantasma no Elevador

As câmeras escondidas do programa de Silvio Santos estavam um tanto em baixa quando este vídeo foi transmitido na TV, em novembro. Em clima de filme de terror, ele mostra o susto de pessoas (inocentes? Há quem diga que são atores…) que encontram uma alma penada mirim dentro do elevador. O vídeo virou assunto em sites estrangeiros e deu um gás na carreira da atriz Anna Livya Padilha, que participou da vinheta de fim de ano do SBT e estará no elenco da novelinha Carrossel.




2. O bar-mitzvah de Nissim Ourfali

Tudo o que o menino paulistano Nissim Ourfali queria era um bar-mitzvah animado. Para isso, sua família pagou para que uma empresa produzisse um vídeo que reunisse algumas das atividades preferidas do garoto. Com uma versão incrível em português para a músicaWhat Makes You Beautiful, do One Direction, Nissim virou fenômeno da web. E rendeu até processo contra o Google por danos à imagem.





1. Nana Gouvêa em Desastres

E a campeã do nosso top 10 é… Quem mais? Pouco depois da passagem do furacão Sandy por Nova York, em outubro, a modelo e atriz Nana Gouvêa resolveu produzir um ensaio de fotos sexy no cenário de destruição. Em resposta, ganhou o tumblr do ano: uma série de montagens em que Nana aparece em todo tipo de catástrofe – entre elas, a queda do Palmeiras para a Série B do Campeonato Brasileiro. Daí veio até um remix em homenagem à musa trágica… Ela merece.



Fonte: Veja

Continue lendo >>

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Doodle homenageia contos dos Irmãos Grimm




O doodle desta quinta-feira é uma homenagem aos contos dos irmãos Grimm, 200 anos da primeira publicação.

Os alemães Jacob e Wilhelm Grimm decicaram suas vidas como escritores de fábulas infantis. Eles são autores das histórias originais de Rapunzel, João e Maria, Cinderela e Chapeuzinho Vermelho, entre outros. 

O Google apresenta cenas animadas da conhecida história de Chapeuzinho Vermelho, relembrar vários personagens criados pelos escritores: a Vovozinha, Lobo Mau e o Caçador.

Fonte: Diário de PE

Continue lendo >>

Manuscritos do Mar Morto poderão ser acessados na internet



Os Manuscritos do Mar Morto, que remontam há mais de 2 mil anos, poderão ser acessados por meio da internet. A iniciativa é da Autoridade Israelense de Antiguidades que fotografou o material e colocou à disposição na internet. Atualmente o material está guardado no Santuário do Livro do Museu de Israel, em Jerusalém.
Na relação que poderá ser consultada estão os fragmentos mais antigos dos pergaminhos do Antigo Testamento, como os  Dez Mandamentos, alguns capítulos de Génesis, dos Salmos, de Isaías e textos apócrifos.
Para reproduzir as imagens, foram utilizadas as técnicas mais modernas, desenvolvidas por especialistas da agência espacial norte-americana, a Nasa. Segundo especialistas, os documentos mais antigos são do século 3 antes de Cristo e o mais recente é do ano 70, quando houve o domínio romano sobre a região que hoje é Israel.
Os Manuscritos do Mar Morto são uma coleção de centenas de textos e fragmentos de texto encontrados em cavernas de Qumran, no Mar Morto, entre os anos de 1940 e 1950. O trabalho de compilação do material é atribuído aos essênios, grupo que viveu em Qumran, no período anterior a Jesus Cristo.


*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa,   http://www.lusa.pt/default.aspx?page=home

Fonte: Agência Brasil

Continue lendo >>

Morte de Peter Parker gera polêmica e ameaça de morte na internet




Desde maio, o autor Dan Slott provoca os fãs do Homem-Aranha. Disse até que seria acompanhado por guarda-costas na sessão de autógrafos da Amazing Spider-Man #700, em Nova York, no dia 26. O desfecho da série, na qual o Aranha entregaria o posto de Amigo da Vizinhança para outro personagem, era o motivo do mistério.

O problema é que a brincadeira ficou séria. Após o vazamento e as críticas negativas com relação à suposta morte de Peter Parker e a substituição por Otto Octavius (Doutor Octopus), Slott já recebeu até ameaças de morte pelo Twitter.

"Há informes de ameaças de morte e de agressão. Insultos e vulgaridades serão bloqueados. Críticas, não. Comporte-se. Obrigado", escreveu, em sua conta no Twitter. “Obrigado a todos pelas palavras de suporte hoje”. 

Dan Slott travou uma discussão calorosa com @DanSiott, paródia de sua conta. “Suponho que pedir educadamente para parar não ajudou. Esses têm sido dias duros, @DanSiott. Acha que pode ser legal e fechar a loja?”, disparou o autor. Vários leitores manifestaram-se a favor e contra o criador da AMZ #700.

Na história, Peter e Otto Octavius (Doutor Octopus, vilão histórico que aparece no filme Homem-Aranha 2) estão com os corpos trocados, desde a edição #699. De acordo com os spoilers que circulam na internet, escritos por fãs e críticos que dizem ter lido a revista vazada, Peter morre. No céu, encontra Gwen Stacy, os pais e tio Ben, que o convence a tentar lutar mais uma vez contra Otto Octavius.

Além da polêmica história de 52 páginas assinada por Dan Slott e o ilustrador mexicano Humerto Ramos, Amazing Spider-Man #700 reúne uma de 16 páginas, por DeMatteis e Camuncoli, outra menor, de 8 páginas, por Van Meter e Buscema, e vários extras. A revista custa US$ 7,99. Comic shops solicitaram 250 mil exemplares da ASM #700, de acordo com o site Bleending Cool.

Fonte: Diário de PE 

Continue lendo >>

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Michael, nós ainda temos medo



Corra até o YouTube e procure uma apresentação do Jackson 5 cantando seu primeiro sucesso, “I want you back”, num programa de auditório em 1971. Michael Jackson tem 13 anos, é baixinho, magrinho, e evita encarar a plateia. Seu olhar é voltado a algum ponto fora do nosso campo de visão. Os outros quatro estão ao fundo, fingem tocar seus instrumentos, e a câmera só se volta para eles por complacência. A estrela é a criança que, resguardada por seu olhar vazio, compreende cada palavra de uma letra estranhamente adulta sobre o fim de um relacionamento.

No finalzinho do vídeo, Michael abre os braços e grita “I was blind to I let you go”. “Eu estava cego quando lhe deixei partir”. O auditório urra. Como alguém tão jovem soube digerir um sentimento que parecia estar além da sua faixa etária? Aos 13 anos, ele podia não ter vivido um trauma amoroso, ainda que o verbo da perda possa ser conjugado por pessoas de todas as idades. Foi o primeiro dos muitos sustos que o cantor nos deu ao lon­go da carreira. Uma carreira marcada por dois medos: o nosso e o dele.

Trinta anos depois, os fatos em torno de “Thriller” permanecem assustadores: o disco mais vendido da história; o irreproduzível passo de moonwalking; a mudança progressiva de cor; nossas ambíguas distância e proximidade em relação ao álbum (Michael, faz 30 anos!). E, claro, seu repertório. Produzido por Quincy Jones, “Thriller” virou sinônimo de perfeição pop, ainda que hoje a palavra perfeição se esvazie na rapidez das redes sociais. Estão lá a marcação tribal de “I wanna be started something”, o duelo afetivo de “The girl is mine”, o abandono esperançoso de “Human nature” e o baixo com som de coração mumificado de “Billie Jean”. Em menos de uma hora de audição, tudo o que a música popular sonhou em ser para continuar envergando o adjetivo “popular” é reproduzido.

O susto estava também no vídeo da canção título: Michael comandava um grupo de zumbis quando mal compreendíamos o que era um videoclipe. A perfeição de “Thriller” assustou uma década, os anos 1980, que se esmerava no brilhantismo dos seus penteados, no jogo calculado das suas estrelas de sorrisos brancos e no consumo infinito. Se ser ocidental, homem e branco guiavam o caminho até o paraíso, como todos esse imaginário poderia estar tão bem representado num só cantor, que ainda por cima acreditava ser fácil “caminhar sobre a lua”? Michael, deu medo. Michael, 30 anos depois, ainda dá medo.

Com o passar dos anos, nosso susto deixou de ser a sua música perfeita e migrou para a personalidade do artista. Houve o medo do homem que dormia com crianças, que vivia numa terra encantada e que teimava em ser o garoto de 13 anos de voz aguda que permanecia olhando para algum lugar fora do nosso campo de visão. Quem evita nosso olhar, sempre nos assusta. E medo é fascínio.
Assustados, deixamos de olhar Michael nas últimas duas décadas. Preferimos nos distrair com seus imitadores, acreditar no tabloide ambulante que ele se tornou e até baixávamos o som ao mínimo sinal da sua música! Quando o cantor faleceu em 2009, o me­­do parecia, enfim, ter arrefecido. Morto, Mi­chael parecia sob controle: não mais pode­ria se mexer, nem se aproximar ou se afastar de nós. Voltamos a aumentar sua música, a olhar suas fotos, a rever seus vídeos... Es­tá­­vamos, assim como ele, num lugar seguro.

No entanto, lembrar a efeméride de “Thriller” em 2012 permanece assustador: dificilmente outra criança saberá compreender tão bem (publicamente) uma perda irrespondível como ele fez em “I want you back”, ninguém venderá tantos discos (quase não existem mais discos) ou algum outro dançarino nos perturbará com a ilusão de que é simples caminhar sobre a lua.

SAIBA MAIS

- “Thriller” continua sendo o álbum mais vendido de todos os tempos. No Brasil, ele ainda é o disco internacional de maior sucesso comercial, com vendagem de mais de 1,2 milhões de cópias

- O álbum conquistou um recorde de sete prêmios Grammy em sua edição de 1984

- O disco ficou na vigésima posição da lista dos “500 Melhores Álbuns de Todos os Tempos” feita pela revista Rolling Stone em 2003

- O videoclipe de “Thriller” foi preservado pela Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos por ser considerado “culturalmente significativo”

- Quincy Jones, produtor do disco, já havia trabalhado com Michael Jackson em seu disco anterior, “Off The Wall”, também sucesso de crítica e público

- Em 2008, foi lançada uma edição especial dos 25 anos do álbum com nova capa holográfica, além de remixes com participações de Fergie, Akon, Will.I.Am e Kanye West.

Fonte: Folha de PE

Continue lendo >>

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Preços de TV por assinatura devem cair



O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, avaliou que os preços no segmento de TV por assinatura devem passar por ajustes com o lançamento de serviços como o iniciado nesta segunda-feira pela Oi, que oferece combinações de banda larga de alta velocidade. Para ele, o segmento deve passar agora por um período de maior competitividade.

O presidente da Oi, Francisco Valim, também aposta em mais concorrência. "Para o setor de telecomunicações, guerra de preço é pleonasmo", disse em tom de brincadeira.

O ministro reiterou o compromisso do governo de lançar em 2013 um plano de universalização de internet no país. Em sua opinião, o lançamento de mais TV por assinatura via internet deve facilitar esse trabalho. O serviço de TV por assinatura da Oi vai começar a ser comercializado na Barra e na zona sul do Rio de Janeiro.

Internet 3G - Paulo Bernardo aproveitou o evento de lançamento da Oi para traçar metas para o crescimento do mercado de banda larga. Segundo ele, haverá um avanço de mais de 70% no usuários de 3G somente neste ano. Bernardo afirmou que a demanda continua muito aquecida e o serviço, ainda "congestionado'. O ministro voltou a reclamar que as empresas de telecom não conseguiram prever o atual ritmo de expansão do setor, o que se traduziu em investimentos menores do que o necessário para atender a procura.

Paulo Bernardo lembra, no entanto, que o volume de investimentos vem crescendo no segmento. Em 2011, o total investido chegou a 21,7 bilhões de reais, volume acima da média de 17 bilhões de reais dos últimos dez anos. Para este ano, a cifra de ultrapassar 24 bilhões de reais.

O ministro reforçou o coro do presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, de que o serviço de banda larga em celular ainda deixa a desejar. Em julho, a Anatel suspendeu por 11 dias a venda de chips da TIM, Oi e a Claro.

Apesar de ainda enxergar deficiências, Bernardo ressalta que já é possível verificar avanços no serviço prestados pelas operadoras. Segundo o ministro, a entrada em operação da tecnologia 4G deve desafogar um pouco a rede 3G. Isso porque os primeiros clientes a migrar para o 4G são os que mais utilizam dados.

Fonte: Veja

Continue lendo >>

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Capcom libera Street Fighter X Mega Man



Comemorando os 25 anos de duas de suas maiores franquias, a Capcom resolveu presentear os fãs de Mega Man e Street Fighter com um novo game aos moldes dos antigos jogos do robozinho azul no Nintendo 8 bits – o conhecido NES ou “Nintendinho”. Em Street Fighter X Mega Man, o garoto robô deve percorrer as tradicionais e difíceis fases para encontrar no final seu respectivo chefe, que desta vez será algum personagem clássico de Street Fighter, como Ryu, Chun Li, Blanka e Dalshim.

O game foi liberado gratuitamente para computadores nesta segunda-feira (17), data exata do aniversário de 25 anos de lançamento do primeiro Mega Man. O jogo foi o resultado de um concurso que comemoração da franquia e foi desenvolvido pelos vencedores, Seow Zong Hui (programador) e Luze Esquivel (trilha sonora). A Capcom apoiou e ajudou no desenvolvimento do game

Street Fighter X Mega Man pode ser baixado pelo site www.capcom-unity.com/mega_man.

Fonte: Folha de PE

Continue lendo >>

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Um dia dedicado a Clarice Lispector



No próximo sábado (15) a Livraria Jaqueira presta uma homenagem à escritora Clarice Lispector. Intitulada a “Hora de Clarice” a programação que acontece durante todo o dia, começa às 09h, aberto ao público. O evento contará com palestra da escritora Fátima Quintas, atual presidente da Academia Pernambucana de Letras, haverá mesa redonda, debates, leitura de crônicas e contos da autora homenageada.

9h/10h – Abertura (exibição de vídeos sobre Clarice Lispector no saguão do café) 
11h – Palestra de Fátima Quintas
12h/14h – intervalo para o almoço
14h/15h30 – Mesa redonda sobre Clarice Lispector (prováveis participantes: Pedro Gabriel, Yvette Altino e André Resende como mediador) 
17h/19h – Hora de Clarice no Café com filosofia: leitura de crônicas e fragmentos de contos da autora


Serviço:
“Hora de Clarice”
Livraria Jaqueira (Rua Antenor Navarro, 138 )
13 de dezembro, às 17h 
Telefone: 81-3265.9455

Fonte: Leia Já

Continue lendo >>

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Programação da festa do Morro da Conceição tem início nesta quinta-feira


Tem início nesta quinta-feira (29) a 108ª edição da Festa de Nossa Senhora da Conceição, popularmente conhecida como a Festa do Morro. A Procissão da Bandeira dará início às festividades, que contará com missas, novenas, procissões e shows culturais. O tema escolhido para este ano foi “Maria, conforto e esperança do povo de Deus” e a festa vai homenagear o Real Hospital Português e Severina Paiva de Santana, Dona Sevi, pela dedicação a comunidade.

A concentração para a Procissão da Bandeira será no Sítio da Trindade, na Zona Norte do Recife, às 17h, com a saída prevista para as 18h. A caminhada seguirá pela Estrada do Arraial até a rua Padre Lemos, dobra à direita na rua Pedro Allain, cruzando a avenida Norte e sobe o Morro da Conceição pela rua Itaquatiara.

Por conta do evento, a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) irá realizar intervenções todos os dias no entorno da praça do Trabalho e em trechos da rua Paula Batista, a partir das 18h. A programação se estenderá pelos próximos dez dias, seguindo até o dia 8 de dezembro.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO

29.11 (QUINTA-FEIRA)

18h - Procissão da Bandeira
19h - Missa solene de abertura da Festa do Morro
20h30 - Show: Cristina Amaral

30.11 (SEXTA-FEIRA)

17h30 - Momento mariano: terço e ofício
19h - Missa do novenário: dom Manuel dos Reis (bispo da Diocese de Petrolina)
20h30 - Show: Ministério Boa Nova

01.12 (SÁBADO)

17h30 - Momento mariano: terço e ofício
18h - Procissão do Terço dos Homens
19h - Missa do novenário: dom Jorge Tobias (bispo emérito da Diocese de Nazaré)
20h30 - Show: DJ Angelus - Jorge

02.12 (DOMINGO)

17h30 - Momento mariano: terço e ofício
19h - Missa novenário: dom João Costa (bispo da Diocese de Iguatu-CE)
20h30 - Show: Benil - Eterno Adorador

03.12 (SEGUNDA-FEIRA)

17h30 - Momento mariano: terço e ofício
19h - Missa novenário: dom José Gonzáles (bispo da Diocese de Cajazeiras-PB)
20h30 - Show: Ministério Adoradores

04.12 (TERÇA-FEIRA)

17h30 - Momento mariano: terço e ofício
19h - Missa do novenário: dom Bernadino Francisco de Lucena (bispo da diocese de Guarabira-PB)
20h30 - Show: Movimento cultural o Morro Desce a Ladeira

05.12 (QUARTA-FEIRA)

17h30 - Momento mariano: terço e ofício
19h - Missa novenário: dom Ângelo Pignoli (bispo da Diocese de Quixadá-CE)
20h30 - Show: Frei Damião e banda

06.12 (QUINTA-FEIRA)

17h30 - Momento mariano: terço e ofício
19h - Missa novenário: dom Jaime Vieira Rocha (arcebispo Metropolitano da Arquidiocese de Natal-RN)
20h30 - Show: Zé Vicente e banda

07.12 (SEXTA-FEIRA)

17h30 - Momento mariano: terço e ofício
19h - Missa novenário: dom Genival Saraiva (bispo da Diocese de Palmares)
20h30 - Show: DDD - Doidim de Deus

08.12 (SÁBADO)

12h às 16h - Louvor e adoração: participação da Comunidade Católica Obra de Maria
15h - Procissão de encerramento: Saindo do Marco Zero (concentração a partir das 14h)
16h30 - Show: Ministério Cântico Novo - Lançamento de CD
18h - Missa solene: Celebração de Encerramento - presidida por dom Fernando Saburido (arcebispo Metropolitano de Olinda e Recife)

- Missas diárias às 7h, 9h, 11h, 14h e 16h

Fonte: Folha de PE

Continue lendo >>

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Quer ser um bom chefe? Siga estes conselhos




O seu esforço individual é o que vai levá-lo a garantir a tão sonhada promoção. Mas no instante em que você ganhar uma equipe, um departamento ou mesmo uma empresa inteira para chefiar algumas competências serão essenciais para ter sucesso na cadeira de chefe.

Especialistas e quem já está no cargo de chefe foram consultados para saber o que você precisa desenvolver quando subir alguns degraus na carreira. Adiantar-se e “girar a chave”, como diz Fernando Jucá, sócio da Atingire e um dos autores do recém- lançado livro “Academia de Liderança” (Editora Papiros- 7 mares), pode facilitar o processo de adaptação à nova função para você fazer a diferença com chefe.

Segundo ele, a capacidade de liderar não é algo inato e pode sim ser desenvolvida. Portanto, confira o que você deve aprender se a sua ascensão profissional passa pelo desafio de chefiar uma equipe. Confira quais são:

1- Fazer acontecer por meio da equipe

De acordo com Jucá, essa é a competência mais visível e a mais demandada para ser um bom chefe. “Até o momento em que a pessoa é promovida ele se destacou por ser dedicada, por entregar os resultados, mas só isso não vai mais funcionar”, explica. Em outras palavras, esqueça o trabalho individualista, no estilo faço tudo sozinho.

Junto com plaquinha de chefe na mesa vem também o fato de que o sucesso agora não mais será o resultado proveniente apenas do seu esforço. “O líder tem que definir as metas e acompanhar os resultados da equipe, ou seja, fazer acontecer por meio da equipe”, diz Jucá.

O CFO da Komet do Brasil,que atua no setor de metal mecânico, Stephan Braun, concorda. “Construir um time vencedor é provavelmente a mais essencial das habilidades de um líder de sucesso”, diz Braun. Segundo ele esta competência passa necessariamente pela questão de saber definir papéis para cada membro na equipe, levando em conta pontos fortes e fracos de cada um.

2- Engajar e influenciar pessoas

“Até então na carreira o profissional estava circunscrito à área ou departamento dele na empresa, agora ele precisará influenciar e engajar pessoas de outras áreas, parceiros, outros colaboradores, coisas que antes ele não praticava”, diz Jucá.

Silvia Freitas, diretora de relações corporativas do Berlitz Educação Global do Brasil destaca a importância da atenção à heterogeneidade das equipes que em geral possuem pessoas com formações, origens, etnias e culturas diferentes.

“Observar costumes de diferentes culturas e agir de acordo com eles aproximará esse líder não só de seus eventuais colaboradores que sejam de outras culturas, mas também de parceiros e clientes”, diz Silvia.

É o que o CFO da Komet do Brasil chama de ajustar-se ao contexto. “O correto estilo de liderança é situacional, depende sempre do contexto cultural e profissional”, diz Braun. Ele é um dos executivos estrangeiros de multinacionais que atuam no Brasil que já participaram do programa de treinamento de liderança global, promovido pelo Berlitz.

“Em ambiente mais criativo, com uma equipe altamente qualificada e experiente um estilo menos controlador é mais apropriado do que quando os funcionários têm menos experiência”, diz Braun.

3- Ajudar a moldar o futuro da organização

“Pensar o futuro é muito mais do que discutir o orçamento do próximo ano”, diz Jucá. A sua preocupação deve ser no sentido de imaginar o que a empresa vai fazer ou que clientes vai atender nos próximos 4 ou 5 anos.

Como a sua empresa vai criar valor dentro de alguns anos? “Quanto mais cedo o profissional tem esse pensamento mais ele vai se destacar”, diz Jucá.

4- Desenvolver pessoas

Um bom chefe sabe que precisa dedicar tempo para desenvolver a sua equipe. “Isso pode acontecer via processos de feedback, mentoring, coaching”, diz Jucá. O que você pode fazer para melhorar o desempenho das pessoas que trabalham com você?

Para Stephan Braun, estabelecer uma relação de confiança é primordial. “É importante que os funcionários gostem e confiem em você”, diz. No entanto, como ele explica às vezes isso não possível. “Então vem a parte de trocar membros da equipe quando necessário, algo que necessário mas muitas vezes evitado”, diz.

Fonte: ALFA

Continue lendo >>

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Luis Fernando Verissimo responde de 'forma favorável' ao tratamento



O escritor gaúcho Luis Fernando Verissimo segue internado em estado grave, mas responde "de forma favorável ao tratamento intensivo" que tem recebido no hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, onde deu entrada na última quarta-feira com sintomas como febre e dor muscular. O escritor foi diagonisticado com infecção generalizada, mas a causa do mal estar ainda é desconhecida. Os médicos aguardam o resultado de exames para divulgá-la.

"O estado de saúde do paciente Luis Fernando Verissimo ainda é considerado grave, pois depende de ventilação mecânica e hemodiálise. Continua sob efeito de sedação, porém vem respondendo de forma favorável", diz boletim médico divulgado na tarde desta sexta-feira.

O autor, de 76 anos, acaba de fazer uma viagem por Minas Gerais, onde participou de um festival literário em Araxá e de onde seguiu para o Rio de Janeiro. Não se sabe ainda, porém, se a causa do mal-estar está relacionada à viagem.

Luis Fernando Verissimo é conhecido por sua habilidade em usar o humor para retratar costumes. Suas crônicas são publicadas em diferentes jornais do país. O autor é filho do também escritor Érico Verissimo e tem entre suas obras mais famosas O Analista de Bagé,Comédias da Vida Privada e a criação do personagem Ed Mort, que inspirou o filme de mesmo nome em 1997, protagonizado por Paulo Betti.

Fonte: Veja

Continue lendo >>

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Mulher que esqueceu e deixou o amante preso no armário é indiciada por homicídio


A Polícia de Macapá (AP) indiciou por homicídio culposo – quando não há intenção de matar – a nutricionista Daniela Duarte Divana Dantas, 33 anos, que esqueceu e deixou o amante morrer preso dentro do armário, na sua residência. 


O caso aconteceu na Rua Leopoldo Machado e chocou a população de Macapá, no Amapá. O delegado que apura o caso disse que só a perícia vai informar com precisão quantos dias o amante de Daniela ficou preso no armário, mas estipulou algo em torno de 10 a 15. 


No depoimento prestado a polícia, Daniela deu detalhes de como a tragédia aconteceu: 


"Estávamos no quarto de hospede quando meu marido chegou e bateu na porta. Tive que prendê-lo no armário e como raramente entro nesse quarto, esqueci-me de voltar lá para soltá-lo. Dias depois uma amiga veio dormir na minha casa e foi para esse quarto. Ela sentiu um cheiro estranho e abriu o armário e desmaiou quando viu o cara lá dentro já sem vida", disse. 


O empresário Dantas, marido de Daniela, disse que perdoa a esposa e que vai pagar bons advogados para defendê-la na justiça. “Eu perdoo porque o cara morreu, acho que isso basta e me deixa vingado pelo que aconteceu”, disse.

Fonte: G17

Continue lendo >>

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

5 coisas para fazer (ou não) com o 13º




Depois das férias coletivas (para alguns), o 13º salário está no topo da lista das pequenas alegrias de fim de ano. Seja para quem está com a corda no pescoço e precisa de um alívio imediato, para os que planejam as compras de Natal, ou mesmo para os poupadores, que vibram a cada chance de engordar o pé de meia, o salário extra é sempre bem-vindo.

Entretanto, há quem reclame – e talvez seja o seu caso – que o 13º mal chega e já vira fumaça, sobrando apenas aquela sensação de que o dinheiro poderia ter sido mais bem usado. Se sua promessa de ano novo em 2012 foi cuidar melhor do orçamento, ainda dá tempo de cumprir o voto, pelo menos no que se refere ao 13º.

O consultor financeiro Mauro Calil e o professor de finanças da Fundação Getúlio Vargas Samy Dana dão cinco dicas para quem vai receber o benefício, que é pago em duas etapas, metade até o último dia útil de novembro e o restante até 20 de dezembro. Com elas, é possível começar 2013 mais abonado ou pelo menos mais tranquilo.

1- Pague as dívidas

Segundo Calil, a primeira lição da cartilha do 13º é usá-lo para se livrar das dívidas, se elas existirem. “Pague tudo, ou a maior parte delas, essa é a prioridade”, afirma o consultor. Segundo Dana, da FGV, essa dica será especialmente útil neste ano. “O endividamento do brasileiro está muito alto, a maior parte das pessoas vai usar o 13º para quitar essas pendências”, diz.

Para Dana, as dívidas com cartão de crédito e cheque especial são as que devem ser quitadas o mais rápido possível, porque esses são os juros mais altos do mercado. “Temos visto as taxas caírem bastante, mas elas ainda são muito altas.”

2- Reserve uma parte para as contas do começo do ano

Muitas despesas são previsíveis. A maior parte delas aparece no começo do ano: IPVA, matrícula e mensalidade da escola dos filhos, material escolar, IPTU, dentre outras. Calil diz que é importante fazer uma estimativa do tamanho dessas dívidas e guardar uma parte do 13º para o pagamento.

O professor da FGV Samy Dana lembra que há chances de um reajuste no preço da gasolina ainda em 2012, ou no começo de 2013, além da provável alta nas tarifas do transporte público e do reajuste de mensalidades nas escolas. “É bom estar preparado para isso”, diz.

3- Engorde a cesta de Natal

Se sobrou dinheiro após pagar as dívidas e garantir o pagamento das contas de começo de ano, a dica, segundo Calil, é dar-se o luxo de alguns prazeres, como fazer uma ceia de Natal mais completa e comprar presentes. “Procure, porém, não gastar tudo e separe uma parte para investir”, orienta o consultor.

Já Samy Dana recomenda que os consumidores fiquem alertas ao parcelamento de compras que, ainda que os vendedores não confessem nem sob tortura, quase sempre embutem uma taxa de juros. Além disso, muito cuidado com as promoções de Natal. “Depois do saldão de Natal, tem o do começo do ano, quando o consumidor pode fechar negócios ainda melhores.”

4- Pense no seu futuro

As dívidas estão pagas e você fez uma economia ao longo do ano para as compras de Natal e as despesas de janeiro, fevereiro e março? Parabéns. Além de ser um caso raro, você também está em uma situação razoavelmente confortável. Nesse caso, Calil recomenda que o 13º seja totalmente investido. De acordo com o consultor, “isso faz com que haja uma folga orçamentária ainda maior para o próximo ano”, afirma.

As melhores opções, para Samy Dana, são as aplicações de renda fixa. “Para quem vai investir menos de R$ 100 mil, indico títulos do tesouro indexados ao IPCA, que é o índice de inflação oficial do governo.” Segundo ele, embora a rentabilidade desses papéis não seja mais tão atrativa com a queda dos juros, o investidor tem seu poder de compra preservado, já que o papel corrige ao menos o aumento da inflação.

O papel mais indicado por Dana são as NTN série B de prazos mais curtos, além dos CDBs de bancos grandes, que podem render perto de 100% do CDI. “Quem quiser aplicar nesses papéis tem que pensar em um investimento acima de um ano, pelo menos, para fugir das alíquotas maiores do Imposto de Renda”. Sobre o rendimento de aplicações de até seis meses incide uma alíquota de IR de 22,5%. De seis meses a um ano, o percentual cai para 20%. Entre um ano e dois, o imposto é de 17,5% e acima de dois anos, 15%.

5- Desligue a televisão

É difícil encontrar alguém que seja totalmente imune aos apelos sedutores dos saldões de fim de ano, as promoções de Natal e as queimas de estoque. “Fique de olho”, diz Dana. “As promoções seduzem e fazem muitos caírem na armadilha das compras mal planejadas.”

Segundo Dana, o melhor é ter em mente quais são as reais necessidades da casa, da família e as pessoais, ignorando os demais apelos. “Sempre vale a pena pensar se aquilo que estou comprando é realmente útil”, diz o professor.

6 Bônus: escolhas e renúncias

Segundo o consultor Mauro Calil, a cada ano muitos eventos se repetem, como o pagamento do 13º, as compras de Natal, os aniversários de filhos e do cônjuge, as férias. Para essas despesas recorrentes e, portanto, previsíveis, melhor seria fazer, ao longo do ano, uma economia proposital.

A sugestão é “separar o dinheiro de um cafezinho por dia e destinar para as contas recorrentes, ou a viagem de férias, ou as compras de Natal”. “Quando chegar a hora, não será preciso recorrer a mais nada, o dinheiro estará lá, reservado”, afirma Calil.

Aos menos controlados, Calil faz um convite à reflexão. “Tem gente que confunde consumismo com alegria de viver, pensando ‘se não posso consumir, sou infeliz’”. Para ele, “quem se move por impulso, na verdade, é movido por alguém, por propagandas, e vira massa de manobra”.

O conselho final do consultor é “tenha grandes objetivos”. Cada escolha de consumo que se faz implica, automaticamente, na renúncia de uma poupança. “Muitas vezes as pessoas se permitem ter ‘pequenas recompensas’ de consumo depois de um dia difícil de trabalho, mas essas pequenas recompensas levam a conquistas também pequenas no futuro.”

Fonte: Exame

Continue lendo >>

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Que lendas, citações e mensagens cifradas há na trilogia O Senhor dos Anéis?



Lançado em 1954 pelo inglês J.R.R. Tolkien (1892-1973), O Senhor dos Anéis é um prato cheio para quem gosta de ler um romance repleto de informações escondidas nas entrelinhas. Doses de mitologia nórdica e celta, citações ao grande dramaturgo inglês William Shakespeare (1564-1616) e referências à geopolítica mundial dos anos 40 estão disfarçadas no meio da descrição do universo mágico criado pelo autor. Apesar de Tolkien ter negado publicamente algumas dessas supostas mensagens cifradas, é inegável que um dos segredos do sucesso de sua obra é justamente permitir uma grande variedade de interpretações.

O romance, que no próximo dia 25 ganha sua terceira versão para o cinema, foi imaginado por Tolkien para ser um verdadeiro épico mitológico para a Inglaterra. O escritor era perito em anglo-saxão, uma espécie de inglês antigo que começou a desaparecer a partir do século 11. Com esse idioma ancestral teriam sumido também várias lendas e histórias mitológicas que eram passadas apenas oralmente de uma geração para outra. Tolkien achava que com isso os ingleses tinham perdido uma parte importante de suas raízes e tratou de se inspirar nas mais diversas referências para criar uma história lendária. Alguém ainda duvida de que ele conseguiu?

Mergulhe nessa

Na livraria:

O Mundo Mágico do Senhor dos Anéis - Mitos, Lendas e Histórias Fascinantes, David Colbert, Editora Sextante, 2002

The Letters of J.R.R. Tolkien, Humphrey Carpenter, Houghton Mifflin, 2000

Na internet:




Um mundo de duplo sentido Segunda Guerra, Shakespeare e suposta analogia à maconha aparecem nas entrelinhas do romance de J.R.R. Tolkien

ANÉIS ENTRELAÇADOS

Ao imaginar um anel capaz de lançar o mundo nas trevas, Tolkien se inspirou em ao menos duas histórias. Uma lenda do folclore judaico conta que o arcanjo Miguel (enviado de Deus) deu a Salomão (rei de Israel no século 10 a.C.) um anel capaz de aprisionar almas perversas. A outra fonte de inspiração é um poema épico germânico chamado Canção dos Nibelungos. Escrito por volta de 1200, ele também fala dos poderes de um anel mágico.

ELFOS QUE FALAM FINLANDÊS

Quando era aluno na Universidade de Oxford, na Inglaterra, Tolkien teve contato com a gramática finlandesa. Esse idioma, um dos 16 que ele falava, tornou-se um dos seus favoritos e foi a base da criação da língua usada pelos elfos, o estranho "quenya".

SER OU NÃO SER SHAKESPEARIANO

Os ents, árvores falantes que se movem, têm origem no clássico Macbeth, de William Shakespeare. Macbeth é um rei que ouve de três bruxas o aviso de que seu reino estaria ameaçado quando uma floresta marchasse em sua direção. A estranha profecia se cumpre quando um exército camuflado com galhos de árvores avança contra ele. Já outra obra shakespeariana, Sonho de uma Noite de Verão, era renegada por Tolkien por ter ajudado a popularizar a imagem dos elfos como pequenas fadas. Tolkien preferia os elfos da mitologia nórdica, altos e belos.

EUROPA DISFARÇADA

O romance de Tolkien tem como cenário a Terra Média. Como a Europa, a Terra Média é um continente de vastos reinos. E, há centenas de anos, os próprios europeus usavam o nome adotado por Tolkien para se referir ao continente que habitavam.

UMA GUERRA FAMOSA

Tolkien detestava os paralelos entre O Senhor dos Anéis e a Segunda Guerra (1939-1945), mas é difícil não notar semelhanças. No romance, elfos e anões (inimigos históricos) se unem para combater um mal maior: Sauron. Na grande guerra, americanos e soviéticos se juntaram para enfrentar os nazistas. O próprio Tolkien também chegou a comparar os cientistas que criaram a bomba atômica aos elfos que faziam os anéis do poder. Para ele, ambos amavam a ciência e ignoravam as conseqüências de suas ações.

ONDE HÁ FUMAÇA...

Em meados dos anos 60, O Senhor dos Anéis se tornou muito popular entre os universitários americanos e, entre os hippies, surgiu a história de que a erva de cachimbo descrita no livro — a pipeweed que Aragorn aparece fumando no segundo filme da trilogia — seria uma analogia à maconha. Tolkien nunca confirmou essa versão e ressaltava que a erva era simplesmente uma variedade de tabaco.

MERLIN OU ODIN?

O sábio de O Senhor dos Anéis, Gandalf, lembra muito o mago Merlin, feiticeiro das histórias do rei Artur. Merlin até influenciou Tolkien, mas Gandalf é mais associado a Odin, deus supremo da mitologia escandinava, que também tem um anel mágico, é velho e sempre é representado com uma longa barba e um cajado. Odin ainda cavalga um cavalo com oito patas, considerado o mais rápido das lendas nórdicas. O cavalo de Gandalf só tem quatro patas, mas é o animal mais rápido da Terra Média.

Fonte: Mundo Estranho

Continue lendo >>

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Proclamação da República do Brasil



A Proclamação da República Brasileira foi um levante político-militar ocorrido em 15 de novembro de 1889 que instaurou a formarepublicana federativa presidencialista de governo no Brasil, derrubando a monarquia constitucional parlamentarista do Império do Brasil e, por conseguinte, pondo fim à soberania do Imperador Dom Pedro II. Foi, então, proclamada a República dos Estados Unidos do Brasil.

A proclamação ocorreu na Praça da Aclamação (atual Praça da República), na cidade do Rio de Janeiro, então capital do Império do Brasil, quando um grupo de militares do exército brasileiro, liderados pelo marechal Deodoro da Fonseca, destituiu o imperador e assumiu o poder no país.

Foi instituído, naquele mesmo dia 15, um governo provisório republicano. Faziam parte, desse governo, organizado na noite de 15 de novembro de 1889, o marechal Deodoro da Fonseca como presidente da república e chefe do Governo Provisório; o marechal Floriano Peixoto como vice-presidente; como ministros, Benjamin Constant Botelho de Magalhães, Quintino Bocaiuva, Rui Barbosa, Campos Sales, Aristides Lobo,Demétrio Ribeiro e o almirante Eduardo Wandenkolk, todos membros regulares da maçonaria brasileira.

Fonte: Wikipédia

Continue lendo >>

Festa Literária segue com programação a partir desta quinta-feira em Olinda




De quinta (15) a domingo (18), será realizada a oitava edição da Festa Literária Internacional de Pernambuco (Fliporto), em Olinda. O homenageado deste ano é Nelson Rodrigues, cujo centenário de nascimento foi celebrado em agosto. O tema do evento será “A Vida é um Espetáculo”, frase que ressalta os trabalhos de Nelson como dramaturgo, enfatizando a relação da Fliporto com o teatro - serão encenadas, entre outras peças, “A Vida é um Teatro”, com Betty Milan (que participa da mesa “Teatro e Psicanálise”), e a leitura dramática do texto “Boa-Noite a Todos”, de Edney Silvestre (na mesa “Romance e Drama”), feita pela atriz Christiane Torloni. Para debater a obra de Nelson, Mário Hélio, coordenador literário da Fliporto, convidou Ruy Castro, autor da biografia “O Anjo Pornográfico”, e Neville de Almeida, diretor que filmou “Os Sete Gatinhos” (1980), baseado em texto de Nelson.

Entre os escritores, um dos convidados mais aguardados é o moçambicano Mia Couto (“Há alguns anos que tento convidar Couto, fiquei muito feliz que ele finalmente tenha aceitado”, comentou Mário Hélio), que irá lançar “A Confissão da Leoa”. Ele participa de uma conversa com o angolano José Eduardo Agualusa, a partir do tema “Literatura e Realidade“. Outro convidado estrangeiro é o português J. Rentes de Carvalho, 82 anos, que em seus livros demonstra um vigor memorialista que sugere a necessidade da entrada do autor no mercado nacional (nenhuma editora publicou o autor no Brasil).

A Fliporto programou outras conversas interessantes: Barry Miles irá falar na mesa “Com o pé na estrada da contracultura”, no­me que faz referência ao tra­balho do autor: ele é reconhecido como biógrafo de ícones da cultura dos anos 1960, como Jack Kerouac e Paul McCartney. Robert Darnton, historiador cultural, conversa com o escritor canadense Cory Doctorow - especialista em literatu­ra de ficção científica e questões de direitos autorais - e Silvio Meira; eles vão debater pontos da era digital, na mesa “Informação e autopublicação: do big-bang ao boing-boing”.

Neste ano, a abertura, no dia 15, será feita por Maria Bethânia. Na ocasião, às 19h, a cantora irá recitar poesias escolhidas de acordo com seu gosto pessoal, textos importantes em sua formação como leitora - em eventos anteriores, ela já declamou obras de Fernando Pessoa e Caetano Veloso. Os ingressos para assistir à performance de Bethânia custam R$ 100 e R$ 50 (meia) e começaram a ser vendidos ontem, no site Eventick. Apenas 400 ingressos estarão disponíveis. Já o encerramento, no dia 18, às 20h, fica por con­ta de uma aula-espetáculo de Ariano Suassuna.

ARTFLIPORTO

A segunda edição da “ArtFliporto”, publicação quadrimestral que reúne textos de autores nacionais e internacionais, será lançada durante o evento. O organizador da revista, o jornalista Schneider Carpeggiani, adiantou que irão participar, entre outros, o português José Lus Peixoto e o polonês Zygmunt Bauman, além do pernambucano Raimundo Carrero. O tema desta edição é a crise no mundo contemporâneo, observada a partir de diferentes pontos de vista. Para mais informações acessem o site do evento.

Fonte: Folha de PE

Continue lendo >>

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Campanha quer incentivar denúncias de corrupção




O Movimento do Ministério Público Democrático (MPD) está promovendo a campanha “Não Aceito Corrupção”, que busca envolver a população e incentivar a denúncia de casos de corrupção em todas as esferas da sociedade. “O propósito é muito mais amplo. Queremos mudar a cultura de combate à corrupção de cada cidadão”, explica o coordenador da campanha, Roberto Livianu.

"Esta campanha pretende fazer um alerta a todos os brasileiros, chamando-os a atuar mais democraticamente e exercer seu direito de cidadão, com ênfase na devastação social que a corrupção produz e continuará a produzir se nada fizermos", afirma Livianu.

O processo para qualquer cidadão é simples: as denúncias referentes à corrupção devem ser realizadas no site especificamente criado para a campanha e encaminhadas a cada um dos Ministérios Públicos Estaduais. A identificação não é obrigatória e a gestão das informações recebidas caberá ao Ministério Público destinatário.

Em ano eleitoral, que já contou com a instauração da CPI contra o bicheiro Carlinhos Cachoeira e o julgamento do Mensalão, o objetivo do MPD é levar uma mensagem impactante sobre os males e os impactos da corrupção no Brasil, que podem ser conferidos nos dois vídeos da campanha.

Composta por dois filmes para TV e cinema, anúncios de jornal, spots de rádio, banners de internet e mensagens em aeroportos, a campanha é veiculada em todo o país.

Em um dos filmes, intitulado "Bebê", um bebê saudável tem todas as suas vestes e pertences retirados e acaba no chão de uma rua movimentada, sem nada e ninguém para ajudá-lo. Já o outro filme, denominado "Mãos", mostra como a corrupção impacta as pessoas comuns, mostrando uma criança indignada, jogando baldes de água nos corruptos.

Segundo Augusto Diegues, diretor da Flag Comunicação, idealizadora dos vídeos, o maior desafio de campanhas como esta é ativar a capacidade de indignação das pessoas.

"Infelizmente, as pessoas parecem anestesiadas pelo aparente tom de normalidade que o tema conquistou após décadas de escândalos. Nosso trabalho buscou sensibilizar a sociedade, de modo simples e direto, para o verdadeiro desastre causado pela corrupção", esclarece Diegues.

Segundo Livianu, a repercussão da campanha tem sido extraordinária. “Muitas pessoas têm tido acesso aos vídeos, que são bastante explicativos e impactantes. Assim, eles têm se multiplicado com grande rapidez e chegado a diversos estados no país”, afirmou.

A internet tem sido cada vez mais utilizada para criar mecanismos de denúncias de fácil manejo para a população. Antigamente, denunciar pagamentos de propina passava por instâncias como repartições públicas, longos processos jurídicos, caros advogados e dezenas de formulários e carimbos.

Hoje, com um email, alguns cliques ou uma mensagem de texto, é possível em poucos segundos fazer denúncias de todo o tipo também em outros sites como I Paid a Bribe (“Eu paguei propina”,www.ipaidabribe.com), a plataforma que produz mapas Ushahidi (www.ushahidi.com) e o próprio Contas Abertas, que recebe e investiga suspeitas de irregularidades e denúncias de corrupção no governo.

No Contas Abertas, muitas das demandas vêm de acadêmicos e jornalistas, mas há uma crescente participação por parte do cidadão comum, que cada vez mais quer monitorar contas de sua prefeitura. Livianu também destaca o recorrente aumento das denúncias, principalmente com a participação da população mais jovem.

“Ficamos sabendo de um caso extremo de retorno aos nossos vídeos. Uma criança de sete anos, moradora de Curitiba, chamou a atenção pai ao questionar se a corrupção “matava crianças”. Ela concluiu que isso era muito ruim para o mundo”, conta.

“A juventude está mudando as táticas do ativismo anticorrupção. Eles trazem consigo um incrível entusiasmo por tecnologias móveis e novas mídias, como vídeos”, disse Heather Leson, uma das diretoras da Ushahidi, à BBC Brasil. “Esses jovens ativistas agora atuam e compartilham, ininterruptamente, em redes sociais. Assim, eles não precisam mais usar arquivos em PDF de 50 páginas para lutar contra a corrupção. Estão livres disso”, concluiu.

É justamente esse fortalecimento do cidadão comum o principal trunfo da plataforma Ushahidi, de que ela é diretora. O projeto foi criado como resposta ao caos que tomou conta do Quênia após as eleições de 2008. Um mapa com os focos de violência no país foi criado com base nas informações enviadas pela população, via telefone, SMS ou e-mail.

Fonte: Veja

Continue lendo >>

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Condenado a 10 anos, Dirceu não fica preso mais do que 4



O destino de José Dirceu parece selado: se os ministros do Supremo Tribunal Federal não mudarem de ideia – o que poderá ser feito, caso a Corte decida equilibrar sentenças e analisar possíveis incongruências - o petista terá de cumprir 10 anos e 10 meses de reclusão pelos crimes de corrupção ativa e formação de quadrilha. E é fato: começará este período na prisão. Mas o cenário mais provável é que fique lá, no máximo, 3 anos e 7 meses. É possível que apenas metade disso, 1 ano e 9 meses, seja de dias inteiros em um presídio.

Mas antes que comecem as acusações de “marmelada”, é bom frisar que Dirceu, considerado mandante do esquema do mensalão pelo STF, seguirá simplesmente o rito de qualquer outro criminoso do país, dos pequenos aos grandes.

E, como todos os demais, também será beneficiado pela diferença do texto escrito e as limitações do sistema prisional brasileiro.

Veja abaixo os passos judiciais por quais vão passar José Dirceu – que considerou sua condenação uma infâmia - e seu advogado, que já adiantou que vai apelar da sentença de todas as formas possíveis:

Regime fechado


Para começar, o ex-ministro-chefe da Casa Civil só irá para a prisão em regime fechado porque sua pena passou de oito anos. Se tivesse ficado entre 4 e 8 anos, ele a cumpriria em regime semiaberto. Menos que isso, em aberto.

Mas é aí que a lei começa a se diferenciar da prática, segundo especialistas ouvidos por EXAME.com.

O regime fechado é aquele em que o preso fica detido em uma penitenciária, isolado, em tese, cercado por forte aparato de segurança. É o pior regime porque tudo lá é mais restrito e difícil, incluindo a visita de familiares.

De acordo com o artigo 34 do Código Penal, o preso poderia trabalhar dentro da prisão ou até fora dela, com autorização da direção prisional, em serviços públicos. Isto é raro e, no caso de Dirceu, mais improvável ainda.

Depois de cumprir um sexto da sua pena de 10 anos e 10 meses - 1 ano, 9 meses e 20 dias – Dirceu poderá pedir progressão ao regime semiaberto, que deverá ser concedido pelo juiz caso o réu, que não é reincidente, apresente bom comportamento.

Regime semiaberto


Ao contrário do que muitos pensam, o semiaberto não é o regime em que o preso necessariamente sai para trabalhar todos os dias e só volta para dormir na prisão. Este é o caso do próximo, regime aberto.

O militante e ex-dirigente do PT até pode pleitear a saída para trabalho – com certeza, estará bem assessorado – mas no mundo real das prisões brasileiras o mais comum, no semiaberto, não é o detido se regenerar usando sua força produtiva. Alguns, com pouca educação, saem para estudar. Também não será o caso de Dirceu.

O principal benefício neste regime que agrada a todos é poder participar dos chamados saidões, que podem somar até 7 dias consecutivos cinco vezes por ano, para estar com a família.

Em tese, ao progredir para o semiaberto, a pessoa deveria sair da penitenciária para uma “colônia agrícola, industrial”, onde pudesse trabalhar dentro do próprio local. Tais estabelecimentos, no entanto, são raros.



“O semiaberto é um sistema de menos rigor, com menos controle efetivo na saída e entrada de pessoas”, explica a doutora pela UnB e professora de Direito Penal da Universidade Católica de Brasília, Soraia Mendes.

É por essa maior liberdade durante a prisão e pelo direito aos saidões que o semiaberto é tão desejado por quem está em regime fechado.

Cumprido mais um sexto da pena – que atingiria então 3 anos, 7 meses e 10 dias, Dirceu poderá pleitear o tão almejado regime aberto, quando aí sim, necessariamente terá o direito de sair para trabalhar e passar apenas as noites e fins de semana na prisão, além de manter o direito aos saidões e até eventuais “saidinhas”.

Regime aberto

Apenas neste momento, após quase 4 anos de reclusão, José Dirceu terá o incontestável direito de passar o dia fora trabalhando e voltar ao local onde está preso à noite. Mas como se está no Brasil, ele provavelmente já ganhará de cara o direito de ficar em casa no período da noite, se reportando ao juiz de tempos em tempos.

Isso deveria acontecer apenas se ele conquistasse o chamado livramento da condicional, uma possível etapa posterior.

“No regime aberto ele (o preso) trabalha fora, mas ainda volta para a prisão. E dorme na chamada casa de albergado. Mas são pouquíssimas (destas casas) no Brasil. O Estado de São Paulo, por exemplo, não tem nenhuma. Por isso, é muito difícil que um sujeito progrida aqui para o aberto”, explica o professor de Direito Penal da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Alexsis Couto de Brito.

Com isso, Dirceu que, mantida a tradição do nosso sistema carcerário, será preso em São Paulo, onde reside, pode ganhar o livramento da condicional e voltar para casa ao conquistar o regime aberto.

Mas há um atalho ainda anterior que pode diminuir o tempo de regime semiaberto do petista.


O caminho mais curto até o aberto


“Não existe o (regime) semiaberto no Brasil”, sentencia o advogado Luiz Augusto Baggio, da Emerenciano Baggio e Associados. 
Segundo o especialista, como o semiaberto implica em maior liberdade para o preso e a possibilidade de trabalhar dentro do presídio, existem poucas vagas do tipo no país.

“É uma jurisprudência do STF. Se no cumprimento da pena, não tiver vaga para semiaberto, ele (Dirceu) pode ir direto para o aberto”, explica o advogado.

Com isso, se Dirceu conseguir fazer a escadinha do fechado para o aberto, pulando o semiaberto, já teria o direito de passar os dias fora da prisão com um 1 ano e 9 meses do início da reclusão.

Mas conseguir o livramento da condicional - dormir em casa - neste caso seria mais demorado, mesmo que já no regime aberto, pois a lei exige que, para ter o direito, é preciso que um terço da pena tenha sido cumprida. Neste caso, Dirceu teria cumprido um sexto.

Ao mesmo tempo, porém, por uma questão de pressão da opinião pública, é possível que seja dado a Dirceu um espaço para cada regime que o petista terá de cumprir. Neste caso, dos 10 anos e 10 meses de reclusão, ele deverá passar, portanto, 3 anos e 7 meses em um presídio.

Fonte: Exame

Continue lendo >>
Blog Widget by LinkWithin

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger, Modificado por Leitura de Bolso

TOPO