sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Novo "Planeta dos Macacos" explica fim da raça humana


A série "Planeta dos Macacos" ganha mais uma franquia. Após os cinco filmes baseados no romance francês homônimo escrito por Pierre Boulle, entre as décadas de 1960 e 1970, e o reinicio com o cineasta Tim Burton em 2001, chega aos cinemas "O Planeta dos Macacos: A Origem", dirigido pelo pouco conhecido Rupert Wyatt, que faz uma releitura de "A Conquista do Planeta dos Macacos".

O longa conta como os macacos conseguiram as habilidades para dominar a Terra no futuro. Com referências aos outros filmes da série, como a famosa cena em que um astronauta descobre os destroços da Estátua da Liberdade espalhados na praia, o que responde o mistério de que o mundo havia sido dominado pelos macacos, que consideravam a raça humana inferior e que deveria ser combatida.

Tudo começa com as pesquisas feitas pelo cientista Will Rodman (James Franco), um jovem que busca a cura do Mal de Alzheimer. A principal motivação do rapaz é seu pai, que está definhando com a doença. Para ajudá-lo, ele cria uma poderosa droga testada em chimpanzés de laboratórios sem saber que o medicamento faz os símios desenvolverem um alto grau de inteligência.

A habilidade é iniciada com o macaco Olhos Brilhante, que sofre uma mudança de DNA ao ser testado com a droga e passa a mutação para o filho. Rodman descobre que a nova droga faz com que o processo de pensamento e reflexão seja acelerado e aumenta o crescimento de mais células. Após o projeto ser cancelado, o cientista decide ficar com o filhote de Olhos Brilhantes, chamado de Cesar, e experimenta as mudanças genéticas do macaco no pai. Para sua surpresa, o homem consegue ótimos resultados, como voltar a tocar piano perfeitamente, mas tudo é passageiro.

Cesar defende o pai de Rodman quando fica maior e é levado para um centro de animais por representar uma ameaça aos humanos. Lá ele se torna o líder de uma revolução entre os outros da espécie e que será expandida nos próximos longas que já foram confirmados pela produtora. A princípio, está prevista uma trilogia.

"Planeta dos Macacos: A Origem" é ainda mais empolgante por ter usado efeitos especiais para criar os macacos, ao contrário do que nos longas anteriores, em que atores usavam roupas e maquiagens que os transformavam em macacos, dessa vez foram captadas imagens como no filme "Avatar". O ator Andy Serkis, que fez "O Senhor dos Anéis", é o modelo para a captação dos detalhes, que permitem expressões de raiva, ternura e medo.



Fonte: Click 21

Seja o primeiro a comentar

Blog Widget by LinkWithin

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger, Modificado por Leitura de Bolso

TOPO