segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Dívida Externa: Lula X FHC



Paulo Henrique Amorim

. Quando FHC deixou o Governo, em dezembro de 2002, o Brasil tinha uma dívida externa de US$ 165 bilhões.

. Hoje, a dívida externa do Brasil, segundo o Banco Central, é de MENOS US$ 4 bilhões (clique aqui).

. Quando FHC deixou o Governo, em dezembro de 2002, as reservas do Brasil eram de US$ 38 bilhões.

. Hoje, segundo o Banco Central, as reservas são de US$ 180 bilhões.

. Ou seja, hoje o Brasil tem quase cinco vezes mais reservas do que tinha no Governo FHC.

. O que é uma maneira de dizer que o Brasil hoje está cinco vezes melhor.

. O Brasil independente nasceu em 1822, com a obrigação de pagar as dívidas de Portugal com os bancos ingleses.

. De lá pra cá, até hoje, o Brasil foi um país endividado.

. A chamada "crise da dívida" explodiu em 1982, quando Delfim Netto, Ernani Galveas e Carlos Geraldo Langoni tiveram que administrar os efeitos da desastrada falência do México.

. Hoje, o Brasil, se quiser, entra para o Clube dos Credores, o Clube de Paris.

. Assim como, se quiser, pode entrar para a Opep.
( clique aqui para ler "Leitão desvenda a 'crise' da Petrobras")

. O PIG creditará tudo isso às luzes que emanavam do Farol de Alexandria e aos "bons ventos" da economia internacional.

. Como se o Presidente Lula, Henrique Meirelles, Guido Mantega e os brasileiros não tucanos, de uma maneira geral, formassem um conjunto de néscios.

. A notícia de hoje - o Brasil passa a ser credor - merece que o Presidente Lula diga: "nunca na História desse país".

. Eu, no lugar dele, diria como o Ibrahim: "sorry, periferia".

Seja o primeiro a comentar

Blog Widget by LinkWithin

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger, Modificado por Leitura de Bolso

TOPO