sexta-feira, 27 de abril de 2012

Levantamento aponta o Recife entre as capitais com as piores calçadas do Brasil



Um levantamento apresentado nesta quinta-feira (26) revelou as condições insatisfatórias das calçadas em vias públicas de várias capitais do país. A iniciativa da organização Mobilize Brasil, elencou o Recife entre as cidades em que as vias destinadas aos pedestres encontram-se em pior situação de conservação. Ao todo, 102 ruas de alta circulação em 12 municípios brasileiros foram analisadas. Além da Capital pernambucana, o estudo intitulado “Calçadas Brasil” levou em consideração as cidades de Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), São Paulo, Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Brasília (DF), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Natal (RN) e Manaus (AM). 

Segundo os idealizadores, o objetivo é chamar a atenção da sociedade e autoridades para a necessidade de se cuidar das áreas destinadas aos pedestres e, assim, garantir a mobilidade urbana a todos os cidadãos. O estudo também apontou que as dez calçadas em pior situação estão, além do Recife, em Salvador, Rio de Janeiro e Manaus.

Entre os critérios avaliados estão irregularidades no piso, largura mínima de 1,20 m, conforme norma ABNT, degraus que dificultam a circulação, outros obstáculos, como postes, telefones públicos, lixeiras, bancas de ambulantes e de jornais, entulhos etc, existência de rampas de acessibilidade, iluminação adequada da calçada, sinalização para pedestres, paisagismo para proteção e conforto.

Segundo a coordenação do movimento, a nota de corte para uma calçada ser considerada de qualidade é 8 e desta forma apenas 21 calçadas analisadas alcançaram esta pontuação. No Recife, enquanto as calçadas da Praia de Boa Viagem obtiveram nota 8,50, a rua do Hospício, no Centro, ficou com média 3,00, o que mostra que a situação é de precariedade e muita desigualdade.

A partir desse panorama, um documento deve ser formatado e remetido aos Ministérios públicos e prefeituras, assim como ao Ministério das Cidades, chamando a atenção para o problema. 

Fonte: Folha de PE

Seja o primeiro a comentar

Blog Widget by LinkWithin

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger, Modificado por Leitura de Bolso

TOPO